fbpx

To teach is to touch a life forever!

Blog

Guia de Inglês para Iniciantes ✍🏻👩🏻‍🏫

Como estudar inglês no começo

Aprenda o que e como estudar inglês para iniciantes autodidatas

 

CADA UM DE NÓS TEM UM MOTIVO DIFERENTE PARA APRENDER INGLÊS. UM QUER ASSISTIR SUA SÉRIE FAVORITA SEM PRECISAR FICAR LENDO TODAS AS FALAS AO INVÉS DE PRESTAR ATENÇÃO NA AÇÃO. O OUTRO PRECISA ENTENDER O INGLÊS DO “GRINGO” NUMA REUNIÃO DE TRABALHO VIA VIDEOCONFERÊNCIA. E O OUTRO TEM VIAGEM MARCADA E NÃO QUER TER TRANSTORNOS ENQUANTO TENTA APROVEITAR SUAS FÉRIAS EM OUTRO PAÍS. SEJA QUAL FOR SUA MOTIVAÇÃO, ESSE GUIA DE INGLES PARA INICIANTES VAI SER A BASE PARA O SEU ESTUDO.

Inglês para iniciantes

 

Se você se sente um pouco perdido sobre o que estudar, como praticar e quais materiais estão disponíveis em inglês para iniciantes, continue lendo. Vou te mostrar o começo e te dar exemplos que servirão como base para aumentar seu inglês.

 

Apenas utilizar o livro didático é suficiente para alunos de inglês iniciantes? Ele substitui uma aula presencial?

 

O livro didático é uma entre várias ferramentas que utilizamos para o aprendizado. Ele deve ser um guia de estudos, mas não devemos contar com um livro didático para todo o nosso aprendizado. Existem muitas editoras com ótimos materiais para apoiar seus estudos. Dentre eles a Pearson, Richmond, Macmillan, Oxford e Cambridge University Press produzem materiais de qualidade em inglês para iniciantes e todos os outros níveis. Mas o livro didático sem o acompanhamento de um educador pode não ser suficiente para aprender inglês de forma completa e permanente. O livro didático não substitui aulas presenciais ou online com um professor, mas pode mostrar a ordem a ser seguida para seus estudos autônomos. No intuito de auxiliar seu aprendizado autônomo gostaria de mostrar não só o que você deve estudar primeiro, mas como você pode fazer isso no seu dia-a-dia.

inglês para iniciantes

 

Quais exercícios e atividades você deve fazer como iniciante

 

A base de um idioma está no seu vocabulário. Sem vocabulário não podemos nos expressar. Mas decorar listas de palavras é pouco eficaz e não ajuda na hora de se comunicar. Assim, temos alguns hábitos que podemos desenvolver que ajudarão na construção e retenção de vocabulário de inglês para iniciantes. A ideia principal é que essa aquisição seja ligada ao seu dia a dia, dos lugares que frequenta, das pessoas com quem convive e das coisas que você faz diariamente. Assim o vocabulário novo se torna parte da sua rotina.

 

Nomear as coisas no cotidiano

Mesmo sem conseguir usar, precisamos nos propor a aprender palavras. Aprenda o nome de tudo que está a sua volta. Pode até colocar um adesivo nas coisas com o nome do objeto para não esquecer, se isso te ajudar. Você precisa exercitar esse novo vocabulário em tudo que você faz. Você não tem mais pratos em casa. Você tem “plates” na sua “house”. Você não senta no sofá para assistir televisão, você senta no “couch” para assistir “television”. Você não tira o lixo antes de jogar bola, você tira o “garbage” antes de jogar “soccer”. Isso se torna até uma espécie de brincadeira que você pode fazer entre amigos.

O importante é usar essas palavras no contexto certo, mesmo que não estiver formando frases inteiras ainda. Logo você aprende o verbo para sentar e para assistir, mas não se preocupe com isso logo no começo. Claro que se você souber, use. Diga logo “play soccer” por exemplo. É um primeiro passo, pequeno, porém importante para começar a montar suas frases. Afinal, sem vocabulário não falamos nada. Então esse é um dos primeiros passos do inglês para iniciantes.

Mas nesse comecinho estamos mais preocupados em nomear coisas. Esse vocabulário de casa, escola e trabalho inclui:

 

Grau de parentesco, nacionalidade, profissão, dias da semana, os meses, os objetos, materiais e móveis encontrados nesses lugares, números cardeais e ordinais, animais, passatempos e lazer, comestíveis, meios de transporte, entre outros.

inglês para iniciantes

 

Uma dica antes de formar suas frases: Dê um pouco de atenção à forma correta de expressar o plural. Isso vem naturalmente ao decorrer do seu estudo, mas vale saber falar os substantivos corretamente. Se tem só uma coisa, já comece falando dessa maneira. Não diga apenas ‘carro’, diga ‘um carro’ ou ‘carros’. Nesse vídeo dou mais dicas sobre o uso correto de artigos quando falar no singular.

A CAR – CARS

AN UMBRELLA – UMBRELLAS

A WATCH – WATCHES

A PENNY – PENNIES

A TOY – TOYS

 

Não vou colocar todas as regras do singular-plural aqui, isso é algo que faz parte do seu estudo individual. Apenas tente começar já usando corretamente.

 

Saber se referir as coisas

Talvez tenha percebido que nem o primeiro nem o segundo item envolve o famoso verbo “to be” (ser/estar). Vou quebrar protocolo um pouco e dizer que não precisamos focar muito no verbo ser/estar. Você precisa aprender e usar logo de início, assim como os pronomes pessoais que acompanham a conjugação. Apesar de ser o verbo mais usado e talvez o mais importante, o verbo “to be” acaba tomando muito tempo desnecessário no aprendizado. Vou apenas colocar o guia aqui. Durante sua construção de frases você vai perceber que adquire rapidamente esses pronomes de sujeito e o verbo ser/estar no presente enquanto foca nos outros itens que formam suas frases.

 

I am – (eu sou)

He is – (ele é)

She is – (ela é)

It is – (isso, aquilo é)

 

“IT” É USADO PARA OBJETOS, ANIMAIS, CONCEITOS ABSTRATOS (AMOR, TRISTEZA, ETC) E É O QUE MAIS VAMOS USAR NO COMEÇO.

 

TODOS OS OUTROS SÃO “ARE”.

 

You are – (você é)

We are – (nós somos)

You are – (vocês são)

They are – (eles são)

 

Quando você tem algo na sua mão, você se refere àquela coisa como “this”. Se aquela mesma coisa está longe de você, a ponto de você precisar gesticular para ela ou apontar, você usa “that”. Se estou com o meu celular na mão e tem outro em cima da mesa perto do meu amigo. A conversa seria assim:

 

HEY CHRIS, IS THIS YOUR PHONE?

 

(Meu amigo perguntou se o celular era meu. Ele perguntou falando ‘esse celular é seu’ porque o celular está ali perto dele.)

 

NO, THAT PHONE IS WENDY’S.

 

(EU RESPONDI QUE NÃO USANDO “THAT PHONE” PORQUE ESTOU FALANDO DO CELULAR QUE ESTÁ LÁ PERTO DELE.)

inglês para iniciantes

 

“This” e “that” são pronomes demonstrativos no singular e “these” e “those” no plural, e usamos a todo momento. Mas no começo podemos usar até de forma mais simples. Você pode juntar o pronome demonstrativo correto dependendo da distância do objeto, usar a conjugação correta do verbo “to be”, e depois colocar o substantivo que quiser. Veja os exemplos:

This is a car. (O carro está do seu lado ou você está dentro dele)

That is a bus. (O ônibus está do outro lado da rua ou você está vendo numa foto ou num filme)

 

These are cars. (Você está num estacionamento rodeado de carros)

Those are watches. (Você está vendo vários relógios num pôster ou numa propaganda de televisão)

inglês para iniciantes

 

Assim encontramos oportunidades para identificar as coisas e agora juntar em frases curtas.

 

Indicar de quem são as coisas

Tão logo entender essa estrutura já podemos usar os adjetivos possessivos meu, seu, nosso, dele, deles, etc. Em inglês temos menos dessas palavras por não ter gênero nos substantivos, então fica mais fácil. Não temos ‘nossAS roupas’ e ‘nossOS pés’. Os substantivos não têm gênero, entendeu?

Os pronomes possessivos que usamos em inglês estão nos exemplos abaixo antes do substantivo que descrevem:

My father – meu pai

Your boss – seu chefe (“your” também é ‘sua’. Your house = sua casa)

His phone – o telephone dele

Her job – o emprego dela

Its problem – o problema dessa coisa

Our company – nossa empresa

Your mistakes – os erros de vocês

Their offer – a oferta delas     (“their” também é ‘deles’. Their children = os filhos deles)

 

Essas palavras formam a base do possessivo em inglês e você vai ver toda hora. Tanto que usamos no exemplo do telefone acima. É muito difícil falar sem usar nenhum desses. Existem outras maneiras de mostrar posse, mas veremos bem mais para frente. Estamos focados no inglês para iniciantes, então estamos aqui para tirar seu inglês do ZERO e esses adjetivos possessivos são ESSENCIAIS.

 

Agora vamos incluir essas palavras nas nossas construções básicas. Nada precisa sair muito do que estamos fazendo. Apenas indique de quem é tal coisa. Siga o exemplo:

This is my backpack.

That is her teacher.

These are our materials.

Those are my friends.

This is your cell phone.

 

Aqui temos um começo de como estruturar frases básicas. No próximo passo você vai começar a incluir novos verbos e formar frases mais elaboradas.

 

Descrever rotinas diárias e contar estórias básicas

 

A partir dessas estruturas que vimos, você já pode começar a inserir verbos diferentes do “to be”. Pense nas coisas que faz com frequência, que são comuns a todos, e insira em frases. Pode usar como uma espécie de narração do dia a dia, seu e dos outros. O inglês para iniciantes se beneficia muito do familiar. Você pode dizer que acorda cedo, ou que vai trabalhar em certo horário. Pode dizer que gosta de alguma comida ou que faz compras em certo lugar. Veja os exemplos:

I wake up at 7 a.m.

She drives a BMW.

I brush my teeth.

I eat breakfast.

We have a cat.

They work on weekends.

He travels every year.

inglês para iniciantes

 

Para isso precisa aprender esses verbos wake up (acordar), drive (dirigir), brush (escovar), eat (comer), have (ter), work (trabalhar) e travel (viajar). E você vai aprender muitos mais. Com o tempo você pode pesquisar e substituir palavras para se comunicar cada vez mais. Entre erros e acertos você vai entender cada vez mais e usar cada vez mais essas frases.

Esse também é um bom momento para aprender a conjugação de verbos no presente, que é muito mais simples em inglês. De forma geral, a conjugação dos verbos no presente segue a regra do singular e plural de substantivos. Adicionamos um ‘S’ ou ‘ES’ na maioria dos casos para a terceira pessoa do singular (he/she/it). Para demonstrar, vamos observar a mudança em palavras que podem ser usadas tanto como verbo quanto como substantivo:

I watch – he watches (eu assisto – ele assiste)

One watch – two watches (um relógio – dois relógios)

 

I dance – she dances  (eu danço – ela dança)

This dance – these dances  (essa dança – essas danças)

 

You study – she studies  (você estuda – ela estuda)

This study – their studies (este estudo – os estudos deles)

 

Esse é apenas o começo, mas pode te dar algumas ideias de frases que pode montar e também uma maneira de incorporar no seu dia a dia. Enquanto faz esses exercícios, você também deve buscar recursos mundo afora, tanto pessoas com quem praticar quanto materiais virtuais.

 

Existe conversação em inglês para iniciantes?

 

Ser um aluno iniciante não significa que não poderá conversar. Certamente, no começo, as conversas serão um pouco mais ensaiadas. Você ainda está adquirindo vocabulário e as estruturas mais básicas necessárias para essas conversas. Portanto, serão menos criativas e espontâneas. Nesse caso usamos diálogos prontos ou uma série de perguntas com possíveis respostas nos contextos apresentados. Assim você treina as perguntas e respostas que você ouvirá no seu dia a dia.

inglês para iniciantes

Em pouco tempo você conseguirá usar de forma mais natural e espontânea as frases que praticou sem ler em uma cartela. Essa prática se estende quando incluímos vocabulário novo e estruturas mais complexas. Aumentar a complexidade leva tempo, mas seguindo esse modelo você pode expressar ideias mais complexas e usar habilidades adquiridas durante seus estudos. Assim você pode começar falando o básico e com o tempo aprender a improvisar e realmente conversar melhor com novo vocabulário e estruturas.

 

 

O uso de vídeos em inglês para iniciantes

 

Ao contrário do que muitos gostariam, o uso de vídeos de inglês para iniciantes precisa ser feito com métodos e objetivos definidos. Simplesmente assistir filmes e séries em inglês é chamado de input passivo, e não traz o resultado esperado. Acostumar seu ouvido com os sons do novo idioma tem seus benefícios e é importante, mas não pode ser chamado de estudo. Prefira vídeoaulas institucionais que são criados com vocabulário e objetivos nivelados e específicos para aproveitar mais seu tempo.

inglês para iniciantes

 

Se você não tem ou não quer usar estes vídeos, o mínimo que deve fazer é pegar trechos curtos de até 10 segundos para focar. Você deve primeiro tentar decifrar o que ouviu. Escreva o que ouviu e também o que acha que significa. Depois confira a legenda em inglês e corrija o que escreveu. Assista novamente enquanto lê a fala escrita corretamente e veja se consegue entender agora que tem a fala correta para decifrar. Em seguida ative a legenda em português para conferir o significado. Esse treino é o básico para usar vídeos de forma independente e proveitosa. Também te dá a oportunidade de perceber expressões e outras curiosidades que só vai aprender pesquisando.

Um último passo, e também algo mais difícil é usar esse vocabulário em frases novas. Mas pode demorar um pouco para fazer isso se você é realmente um iniciante.

 

 

Aproveite recursos gratuitos como áudios, PDFs e livros online

 

A internet é uma mina de ouro. Realizando uma busca por áudios ou livros de inglês para iniciantes, você encontra diversos recursos gratuitos para usar e treinar, desde áudios nivelados a livros que oferecem textos curtos e básicos com tradução. O mais importante é que você se dedique aos estudos, mesmo que seja apenas 20 minutos por dia. Recursos gratuitos online não faltam. O que falta, muitas vezes, é saber por onde começar e como exercitar isso no seu dia a dia.

inglês para iniciantesinglês para iniciantesinglês para iniciantesinglês para iniciantes

Esse artigo contém 3 passos extraídos de um e-book mais longo e completo chamado 8 Passos para você aprender inglês do zero, disponível nesse link. Lá tem uma espécie de roteiro de estudos que você pode seguir com alguns hábitos valiosos para o autodidata além dos expostos aqui. Acesse agora e aproveite esse material para tirar seu inglês do zero. Logo você vai olhar para trás e vai ver o quanto melhorou seguindo essas dicas. Bons estudos!

×